Como Criar uma Rede de Franquias

Aprenda Como Criar uma Rede de Franquias

 

Iremos destacar aqui como criar uma rede de franquias ou franquias baratas. Isso mesmo, você pode sim ser dono de uma rede de franquias. Já imaginou você mesmo sendo dono de uma rede de dezenas, centenas ou até mesmo milhares de unidades espalhadas pelo Brasil?

Sim, se as franquias conseguem por que não você também? Todos nós somos capazes de criar negócios com ideias inovadoras. Mas é preciso ter criatividade, dedicação, fé e trabalho.

Como criar uma rede de franquias

 

Vantagens de criar uma rede de franquias

A principal vantagem de você pegar sua empresa atual e transformar ela em uma rede de franquias é a obtenção de capital necessário para a rápida expansão da mesma. É por isso que várias redes de franquias tem um crescimento muito rápido. Formatar sua empresa atual em uma rede de franquias dará fôlego suficiente para a rápida expansão da marca.

 

Passos para transformar sua atual empresa ou criar do zero uma rede de franquias

Abaixo eu vou abordar alguns passos fundamentais para que você mesmo possa criar uma rede de franquias. Seja criar uma empresa do zero e projetando ela para a rede de franquias ou transformar sua atual empresa em franquias:

 

1 – Abrir uma empresa ou negócio próprio

Aqui é o início de tudo abrir uma empresa ou negócio próprio. Se você ainda não é dono de uma empresa ou negócio, é necessário escolher um ramo de atuação e abrir a empresa. Caso você já tenha uma empresa, pule para o próximo passo.

Uma das dicas que recomendo é você tentar escolher um negócio inovador. Aproveite e acesse dicas no site de ideias de negócios. Pesquise idéias de negócios inovadores. Ou então “copie” uma ideia que realmente dá certo. Vamos supor um restaurante com foco em entrega delivery. Ou uma loja de roupas personalizadas, uma rede de sites. Ou quem sabe uma franquia virtual de aplicativos para celulares. Enfim, escolha um negócio que também possa ser escalonável e acima de tudo um negócio que haja demanda de consumo.

Abrir uma empresa ou negócio

Para abrir uma empresa é necessário consultar um contador que fará a abertura da empresa junto as esferas municipal, estadual e federal.

Uma dica interessante e que pode fazer você economizar nesse passo de abrir uma empresa é verificar se existe o ramo de atuação junto ao projeto Microempreendedor Individual acesse o artigo Microempreendedor Individual: Site, benefícios e como se cadastrar. O mesmo concede a isenção de vários impostos, pagando apenas cerca de 100 reais mensais para a legalização da atividade do mesmo. Desta forma você não precisará inicialmente de um contador. Porém na o projeto é válido para micro empresas com faturamento de até 5 mil reais mensais.

 

2 – Fazer o registro da marca junto ao INPI

Agora que você tem uma empresa aberta ou já criou o negócio, tendo o CNPJ e tudo mais é necessário fazer o registro da marca de sua empresa. Esse passo é indispensável para quem quer criar uma rede de franquias.  O órgão responsável de registro de marcas e patentes de empresas do Brasil é o INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial).

 

3 – Plano de negócios e estratégias

Com sua empresa já criada é necessário o empresário colocar todas as informações no papel. Aqui torna-se importantíssimo a criação de um plano de negócios. Também é necessário estabelecer as estratégias e definição dos valores a ser cobrado tais como taxa da franquia, investimento inicial, rentabilidade, ponto comercial entre outros.

Um órgão que lhe ajudará com dicas e estratégias de expansão de negócios é o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio a Micro e Pequenas Empresas).

E para a captação de recursos aconselhamos você consultar a linha de crédito para franquias tais como a Caixa Econômica Federal ou o Banco do Brasil. Esses dois bancos oferecem linhas de créditos especiais para franquias. Também é importante caso você queira oferecer a opção de parcelamento ou financiamento dos cursos iniciais ao seu franqueado.

 

4 – Legalização da documentação para a rede de franquias

Nesse passo sua empresa já estará criada e com a marca registrada junto ao INPI. Agora é necessário a legalização da documentação que transformará sua empresa numa rede de franquias. Aqui você poderá pedir suporte junto a ABF (Associação Brasileira de Franchising) e ou se preferir a contratação de um escritório especializado na criação de redes de franquias.

Nesse passo serão criados documentos como o modelo da COF (Circular de Oferta da Franquia) onde estabelecerá todos os parâmetros da rede. A COF estabelece os itens como taxa da franquia, investimento total, lucro entre outros dados fundamentais da nova franquia.

 

5 – Padronização e sistematização dos projetos da franquia

Agora com sua empresa está quase pronta para o início de expansão em redes de franquias. Porém é indispensável você fazer a padronização dos processos e a sistematização da empresa. Também é importante definir como será o treinamentos e quais ferramentas as unidades usarão para o seu dia-a-dia no atendimento a venda dos produtos e serviços.

Lembrando que os franqueados desejarão investir numa rede de franquias que ofereça algo já projetado, sistematizado e de sucesso.

Outro fator importante é já ter uma ou duas unidades se destacando no mercado. Pois caso contrário ficará difícil a captação dos franqueadores.

5 – Captação dos franqueados

Agora é hora de divulgar sua rede de franquias. É importante a inclusão da rede em órgãos como a ABF e em sites aqui como o Franquias Baratas entre outros portais especializados em franquias ou franquias baratas.

 

6 – Treinamento e suporte aos franqueados

Agora aqui é o momento do treinamento e suporte aos seus novos franqueados. Você poderá criar um ambiente seja na sede da franquia ou até mesmo a criação de um painel online onde dará todo o treinamento necessário aos franqueados.

Lembrando que o sucesso do franqueado também será o sucesso do franqueador. Portanto é importante oferecer um ótimo treinamento e suporte para que ambos possam crescer e desfrutar do melhor que uma rede de franquias oferece.

 

É isso aí, espero que tenham gostado do artigo de como criar uma rede de franquias e peço se possível curta e compartilhe com seus amigos.

 

 

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *